Etiquetas

,

Você teme pela integridade física da sua filha/sobrinha/amiga/namorada/etc e quer ensiná-la como evitar ser estuprada? Então preste atenção no primeiro e principal erro que está cometendo:

O estupro não é culpa da mulher! Não é a mulher que deve ser ensinada como não ser estuprada, mas sim o homem que deve aprender que estuprar não é algo aceitável! A CULPA DE UM ESTUPRO É ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE DE QUEM ESTUPRA!

Diante desse fato, você pode me responder: OK, mas eu não posso controlar o que ensinam para todos os homens do mundo, então tenho que fazer o possível para que minha filha saiba diminuir ao máximo os riscos de sofrer essa violência.

E isso é verdade, vivemos em uma sociedade em que é perigoso ser mulher, em que nos sentimos constantemente ameaçadas, em que o medo de um estupro é algo que aparece constantemente. E não podemos controlar a educação de todos os homens. Mas não é controlando a roupa que as mulheres usam, os lugares que elas frequentam ou seus comportamentos que ensinaremos elas a se proteger; não é comprando uma calcinha anti-estupro, não é controlando sua sexualidade e reprimindo seus desejos.

Você realmente quer que uma mulher saiba se proteger? Listarei abaixo medidas realmente efetivas para isso:

Falar para uma mulher que ela deve ser passiva, esconder sua sexualidade, não usar determinado tipo de roupa e não ficar bêbada porque mulheres que fazem isso correm mais risco de serem estupradas, é uma forma de podar ela, de não permitir que ela faça algo que quer fazer, uma forma de impedir que ela seja quem ela realmente é. Se você realmente quer que ela saiba se proteger, dê força a ela, empodere ela, dê ferramentas ativas de resistência à cultura do estupro em que nos encontramos. Faça dela uma mulher segura, confiante e autossuficiente, não uma menina sempre insegura, sempre a espera de um príncipe que a proteja…

Anúncios